Início do Conteúdo

O que fazemos

O Serviço de Medicina Ocupacional (SMO) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre é responsável pela saúde dos funcionários da instituição, o que também abrange as questões legais relacionadas à saúde ocupacional e à segurança dos funcionários do hospital.
 
O SMO também é responsável pelo Ambulatório de Doenças do Trabalho, especializado no atendimento a pacientes com suspeita de doenças relacionadas ao trabalho. Criado em 1988, o ambulatório é uma importante área para a formação de médicos residentes e pós-graduandos do curso de especialização em Medicina do Trabalho da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs).
 
Todos os atendimentos desse ambulatório são direcionados aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), encaminhados por meio da Central de Marcação de Consultas da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Porto Alegre e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-RS). Após uma primeira avaliação, o paciente poderá ser encaminhado para uma agenda específica, de acordo com a indicação:
 
Doenças ocupacionais e ambientais: doenças relacionadas à contaminação do meio ambiente no trabalho.
 
Intoxicações químicas e síndrome metabólica no trabalho: exposição a agentes químicos ambientais ou ocupacionais, como metais pesados (chumbo, alumínio, níquel, mercúrio, estanho, cádmio, cromo), solventes (benzeno, tolueno, xileno, thinner, colas), agrotóxicos, herbicidas e outros defensivos agrícolas, lixo industrial etc; associação de hipertensão arterial, diabetes, sobrepeso, doença hepática gordurosa não-alcoólica e dislipidemia, relacionadas a exposições químicas.
 
Doenças do fígado e trabalho: doenças do fígado em trabalhadores expostos a agentes químicos, biológicos e ambientais.
 
Saúde mental e trabalho: sofrimento psíquico relacionado ao trabalho, decorrente das várias formas de violência psicológica no trabalho, como o assédio moral.
 
Doenças do pulmão e trabalho: doenças pulmonares em trabalhadores atuantes na extração de pedras semipreciosas e de outros minerais, com exposição a gases, poeiras, sílica, asbesto, carvão, cobre e calcário.
 
Acidentes com material biológico: exposição ocupacional aos vírus da hepatite B, hepatite C e HIV. Acompanhamento após exposições, incluindo encaminhamento para tratamento em casos de hepatite C aguda. Pacientes que tiveram falha à imunização contra hepatite B.
 
Doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho: as diversas formas de lesões osteomusculares relacionadas ao trabalho, decorrentes de esforços repetitivos ou traumas, como bursites, tendinites, neuropatias compressivas como Síndrome do Túnel do Carpo ou síndromes de dor miofascial e outras.

O que nos diferencia

Os profissionais da área atuam para que ninguém adoeça em função do seu trabalho. Para tanto, é oferecido um cuidado altamente qualificado, integral, humanizado, com equipe multiprofissional e associado aos diversos setores do hospital.

Nossa equipe

Professores
Francisco Arsego de Oliveira – chefe do Serviço de Medicina Ocupacional
Álvaro Roberto Crespo Merlo
Damásio Macedo Trindade
Dvora Joveleviths
Paulo Antonio Barros Oliveira
 
Chefes de unidades

Karen Gomes d’Ávila – chefe do Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt)
Eunice Beatriz Martin Chaves – chefe da Unidade de Saúde dos Funcionários
 
Médicos

Fabio Fernandes Dantas Filho
Ligia Vieira Soares
Luciane Lacerda Gomes Goncalves
Maria Carlota Borba Brum
Robson Martins Pereira
Sheila de Castro Cardoso Toniasso
Zaira Balem Yates
Ana Clara da Silva Bianchini
Fabiane Pienis Callegaro
Gabriela Lotin Nuernberg
Jacqueline Jacques
Mateus Curbeti Becker
Paulo Roberto Schuck Guedes
Raffaella Granata
Rosaura Rolim Cavalheiro
Walter Fernando Gobbato Karl
 
O Serviço conta ainda com equipes de Enfermagem no Trabalho e Enfermagem Clínica, técnicos de enfermagem, engenheiros de segurança do trabalho, técnicos em segurança do trabalho, professores de Educação Física, psicólogos, assistente social e profissionais administrativos.

 

Contato

Nome: Serviço de Medicina Ocupacional

Local: subsolo – sala 001
Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h45 às 22 horas. Após 19h45, somente acidentes de trabalho e exames médicos periódicos.
 
Telefones: (51) 3359.8222 e (51) 3359.8925
 
E-mails:
Supervisora Administrativa: Liana Zampiron (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)
Chefia: prof. Francisco Arsego de Oliveira (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)