Início do Conteúdo

Mais de 13 milhões de pessoas vivem com diabetes, atualmente, no país. O número representa 6,9% da população e a cada dia o percentual cresce mais. A Organização Mundial de Saúde estima que, em 2030, o diabetes será a sétima maior causa de morte no mundo, caso a situação não seja revertida. Como se não bastassem as limitações que a doença traz, ela ainda é responsável pelo aparecimento de complicações em órgãos como rins, coração e olhos (incluindo perda de visão). Por este motivo, e por se tratar de uma doença crônica, a pessoa com diabetes precisa de cuidados especiais para o resto da vida. É pensando em debater e melhorar esse cuidado que o Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) promove, no dia 10 de março, a sua primeira Jornada de Diabetes.   

“Precisamos pensar em formas de melhorar o cuidado ao paciente com diabetes, seja na escola, na saúde suplementar, no SUS ou por meio de tecnologias digitais. Atualmente temos eventos nacionais e regionais dirigidos a especialistas, mas poucos ou nenhum voltados também a nutricionistas, nutrólogos, clínicos gerais, enfermeiros, farmacêuticos, educadores físicos e estudantes de graduação de áreas da saúde. Nossa intenção é abranger estes públicos, contemplando assuntos comuns a todos”, explica a professora do Serviço de Endocrinologia do HCPA e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Beatriz Schaan.

Trazendo convidados que pesquisam ou têm muita experiência clínica na área, como Maria Inês Schmidt, Janice Sepúlveda Reis, Karla de Melo e André Palmini, a jornada pretende ser um evento de atualização e compartilhamento de ciência de ponta. As inscrições já estão abertas no site www.fundacaomedicars.org.br e as vagas são limitadas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3359.8090 ou e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Confira a programação